Clicks159
pt.news
1

200 bispos querem marxista como "santo patrono" do Sínodo Pan-Amazônico

Duzentos bispos brasileiros escreveram ao Papa Francisco propondo que ele reconheça o missionário italiano padre Ezechiele Ramin (1953-1985) como um mártir e o nomeie como "santo patrono" do Sínodo Pan-Amazônico, relatou PanamazonSynodWatch.info em 6 de agosto.

Ramin que, desde 1970 mostrou uma forte propensão ao Marxismo, foi morto quando tentava tomar uma fazenda junto com militantes MST.

João Pedro Stédile, coordenador nacional do MST, declarou, na época, que "na formação política do MST estudamos Marx, Lenin, Gramsci" e "somos inspirados pela escola de Marxistas históricos."

Alguns dias após a morte de Ramin, João Paulo II declarou Ramim com um [suposto] "mártir da caridade".

#newsKzlxjnfrms
Gesù è con noi likes this.