Idioma
Cliques
38
pt.news

Existe evidência de que o cardeal Schönborn mentiu

Marco Ansaldo relatou, durante o Sínodo para a Família de 2015, que Bento XVI havia convidado o cardeal de Viena, Schönborn, para almoçar, de modo a encorajá-lo a buscar um compromisso entre os cardeais Müller e Kasper.

O porta-voz de Schönborn ante a imprensa negou esta história a onepeterfive.com (3 de fevereiro), afirmando que o relato de Ansaldo era "completamente falso".

Mas, em 12 de março, onepeterfive.com revelou ter falado, em janeiro, com fontes que reforçam a informação de Ansaldo. Duas fontes anônimas e que fizeram parte do grupo que falava alemão no sínodo de 2015 confirmaram que um encontro entre Schönborn e Bento aconteceu de fato.

Uma fonte disse, também que o relato de Ansaldo estava correto nos detalhes e que o encontro era "bastante público para o grupo que falava alemão". Ansaldo se manteve fiel à sua história original.

Fotografia: Christoph Schönborn, © Evangelische Kirche in Österreich, CC BY-SA, #newsLurlycnngm

Escreva um comentário