Clicks135
pt.news

Acusações ridículas: Vaticano investiga o bispo de Minnesota

O bispo de Crookston, Michael Hoeppner, de 70 anos, é o primeiro bispo dos Estados Unidos a ser investigado sob os novos protocolos de "má conduta" introduzidos pelo Papa Francisco no início deste ano.

O site CatholicNewsAgency.com (10 de setembro) escreve que o arcebispo de Minneapolis, Bernard Hebda, será o inquisidor.

Hoeppner é acusado de ter frustrado uma investigação de má conduta sexual clerical, que teria acontecido há 44 (!) anos.

Em 2015 ele "pressionou" Ron Vasek, um ex-candidato a diácono, para retratar as acusações de que ele teria sido molestado por um sacerdote de Crookston em 1971 [quando o bispo Hoeppner tinha 22 anos]. Hoeppner negou a acusação.

Nos questionamos se os bispos não têm problemas sérios - como investigar e interromper os atuais abusos litúrgicos e dogmáticos.

Fotografia: Michael Hoeppner, #newsUeumxkqtox