Clicks301
pt.news

Surpresa? Hereges desobedientes perseguem católicos que não obedecem heresias

Os quatro professores do Instituto João Paulo II foram demitidos por terem lido Amoris Laetitia de Papa Francisco sob a luz da fé católica.

Os professores que os substituem estiveram em oposição ao magistério da Igreja por décadas, escreve AldoMariaValli.it (9 de agosto).

Um dos mais agressivos oponentes dos ensinamentos de João Paulo II foi o padre Maurizio Chiodi, que foi indicado como professor do Instituto João Paulo II.

O monsenhor Pierangelo Sequeri, presidente do Instituto, imposto por Francisco, sempre apoiou os heréticos em sua antiga posição como Presidente da Escola de Teologia da Itália Setentrional.

AldoMariaValli.it ressalta que João Paulo II ou Bento XVI permitiram hereges a ensinarem sem discipliná-los. Agora, os mesmos hereges que antes foram poupados, elogiam a demissão dos professores no Instituto João Paulo II.

Para AldoMariaValli.it, é "surpreendente" que Sequeri defendeu a "liberdade de pesquisa e ensino", mas apenas para proteger hereges.

#newsEzrnqaphrf