Idioma
Cliques
104
pt.news

Argentina: Igreja Católica atacada com bombas Molotov - a polícia fica em cima do muro

Mais uma vez, o evento de ódio argentino intitulado "Encontro Nacional de Mulheres", que este ano aconteceu na cidade de Trelew (Patagônia), uma cidade de 100.000 habitantes, terminou com violentos ataques contra uma Igreja Católica, mas a mídia oligárquica ignora isso.

No domingo, uma multidão de [supostamente] 50.000 mulheres seminuas lançaram bombas Molotov na igreja paroquial católica Nuestra Señora Auxiliadora.

A multidão gritou: "Aborte sua heterossexualidade", "Morte ao macho não é uma metáfora" e "Lesbianize-se".

Apenas dez manifestantes foram presos, porém foram libertados no dia seguinte. Antes, o governo local havia advertido a população a não comparecer à missa no domingo [dando, portanto, liberdade aos manifestantes].

Fotografia: Twitter-User @dolomas, #newsYpzwnfuprf
Escreva um comentário