Clicks172
pt.news

Áustria: propaganda pró-morte em vez de futebol - equipe do Vaticano rejeita

O time austríaco de futebol feminino, de Viena, abusou em uma partida jogada em 22 de junho contra o time de futebol feminino do Vaticano, de modo a fazer propaganda pró-morte a favor do aborto e da fornicação gay.

O Núncio em Viena, Pedro López Quintana, estava presente no jogo.

Antes do início da partida, enquanto o hino do Vaticano estava tocando, três membros do time austríaco revelaram afirmações pró-morte na barriga e nas costas.

Depois disso, Danilo Zennaro, chefe do time do Vaticano, declarou: "Não haverá jogo, pois estamos aqui pelo esporte e não por razões políticas ou outras mensagens".

Desde o início, o jogo foi explorado pela propaganda homossexual, por exemplo: as bandeiras de escanteio foram desenhadas como abomináveis bandeiras gay.

É prática internacional do mundo futebolístico se abster de declarações políticas dirigidas ao time adversário.

#newsUjqlnmmjtx