Clicks87
pt.news

"Ataque sexual": odioso fenômeno publicitário contra o núncio apostólico em Paris

Um funcionário de 30 anos da cidade de Paris (França), acusou o arcebispo Luigi Ventura, de 74 anos e núncio apostólico na França, de "ataque sexual".

O suposto crime aconteceu em 17 de janeiro em uma cerimônia pública de saudação na Prefeitura, durante a qual Ventura teria tocado "profundamente" três vezes as nádegas de seu acusador, "em uma das oportunidades diante de uma testemunha".

O causador trabalha na delegação geral das relações internacionais de Paris.

Em 24 de janeiro, o procurador de Paris abriu uma investigação, o qual não tem poder sobre um diplomata.

Em 15 de fevereiro, a revista gay Têtu afirmou que há outra pessoa anônima acusando Ventura de uma ação semelhante durante outra cerimônia de saudação em janeiro.

Anne Hidalgo, prefeita de Paris, é uma fanática anticatólica e uma forte promotora da ideologia homossexual.

Seu sicário encarregado da promoção deste caso é o socialista patrick Klugman, advogado do movimento FEMEN, e responsável de Hidalgo para as relações internacionais.

Klugman tem um histórico de mentir em público. Em 2002, ele acusou o político francês Jean-Marie Le Pen de ter plagiado o discurso de Hitler no Congresso Nacional do Partido Socialista, em novembro de 1932. Mas tal congresso nunca aconteceu.

#newsVgshtqbplk