Clicks70
pt.news

Cúpula do Vaticano contra abusos foi "gigantesco acobertamento de um enorme acobertamento" - Michael Voris

A cúpula vaticana contra os abusos foi um "gigantesco acobertamento de um enorme acobertamento" - Michael Voris declarou durante uma cobertura do evento em 22 de fevereiro.

Voris se refere ao caso McCarrick. De acordo com ele, o Vaticano evitou uma investigação minuciosa por que McCarrick foi muito influente por décadas. Portanto, tal investigação traria à tona muitas verdades desconfortáveis.

Sobre os dois cardeais de McCarrick, Cupich e Tobin, Voris pergunta: "O que há com estes homens, os quais McCarrick quis fazer promover aos mais altos escalões da hierarquia?"

Voris também cita os cardeais de McCarrick, Farrell e Wuerl. Ele está convencido de que eles escondem informações enquanto dizem estar "surpresos" com as notícias sobre o seu mentor.

Voris relembra que uma proposta, durante o encontro da conferência episcopal dos EUA em novembro, para instituir uma investigação liderada por leigos, de modo a chegar ao fundo do caso McCarrick, foi parada pelo Vaticano. Cupich disse que esse assunto seria resolvido na cúpula contra os abusos.

Mas isso não aconteceu, pois, conforme acredita Voris, não houve intenção de fazê-lo.

E mais: Algo público precisava ser feito, de modo a dar a aparência de que algo estava sendo feito.

Fotografia: Blase Cupich, Theodore McCarrick, #newsKlrsjzuplg