Clicks62
pt.news

Francisco enganado por farsa de abusos: Padre falsamente acusado retorna a ministério

O padre Silverio Mura retornou à sua paróquia após ser absolvido pela Congregação para a Doutrina da Fé em março passado.

Ele foi suspenso em maio de 2018 pelo cardeal de Nápoles, Crescenzio Sepe, após Arturo Borrelli ter afirmado que o sacerdote havia "abusado" dele em 1989, quando ele tinha 13 anos de idade. Naquela época, Mura era o professor de religião de Borelli.

Borelli encenou, simultaneamente, uma enorme campanha midiática a fim de denegrir a imagem do padre inocente. A falsa vítima foi até recebida pelo Papa Francisco, que o encorajou a continuar com suas [falsas] acusações.

Agora, Borelli anunciou pretender importunar o sacerdote em sua igreja.

Fotografia: Silverio Mura, #newsGfczbwivte