AGULHAS NO CORPO

O APORTE (NADA DE DEMÔNIOS)

Que dizer de agulhas, pregos ou alfinetes que aparecem misteriosamente no corpo das pessoas? Deve-se à feitiçaria? Ou à intervenção de algum demônio?

Que absurdo! No CLAP – Centro Latino-Americano de Parapsicologia têm-se pesquisado e tratado de muitos casos. Até mesmo já filmados alguns deles.

Citarei, como exemplos, dois casos conhecidos e interessantes, ocorrido aqui mesmo no Brasil:

O corpo de Yeda Maria de Jesus, de Paraúna, GO, depois que seu irmão e seu pai fizeram um pacto satânico em que ofereceram a jovem ao demônio, apareceu cheio de pedaços retorcidos de arame, grampos de cabelo e parafusos. O pai, o irmão e uma vizinha suicidaram-se e Yeda acabou por expulsar de seu corpo inumeráveis, esquisitos e estranhos objetos. Graças ao “demônio”.

Em Lucrécia Maria Januário, de Lorena, SP, contou-se mais de 100 agulhas só na área do seio e nas costas do lado esquerdo. Ela achava que era efeito de feitiçaria e ação dos mortos.

Existem milhares de casos como estes. Mas como explicar essa quantidade exagerada de agulhas, grampos, pregos etc. dentro de um corpo humano sem provocar qualquer tipo de infecção, morte e sem incomodar?

Segundo a Parapsicologia, dizemos que esse fenômeno se denomina “aporte”, ou melhor, é exercido pela força parapsicológica da própria vítima. O inconsciente (cheio de superstições) dirige uma exteriorização de energia somática (telergia). Essa força física é capaz de desmaterializar (converter em energia) e depois rematerializar um objeto, neste caso concreto, agulhas, pregos etc. Trazê-los através de portas, os extrair da parede, de madeira e os introduzir no corpo sem causar qualquer machucado são todos exemplos da utilização incorreta e incontrolada da energia humana.

Qualquer pessoa é capaz de produzir este fenômeno, dependendo do seu estado mental. Se você ficar encucado que está enfeitiçado, está com o demônio no corpo ou qualquer tipo de superstição, será capaz de causar este aporte. Procure não se encucar com essas bobagens.

Por Luiz Roberto Turatti, aluno do CLAP – Centro Latino-Americano de Parapsicologia, dirigido pelo revolucionário Prof. Dr. Padre Oscar González-Quevedo, S.J.

ESSE ARTIGO JÁ FOI PUBLICADO EM:

“Jornal de Araras”, Araras, SP (Brasil), sexta-feira, 27/09/1991;

“Tribuna do Povo”, Araras, SP (Brasil), sábado, 03/06/1995;

“Opinião Jornal”, Araras, SP (Brasil), sábado, 20/09/1997;

“Notícias do Oratório São Luiz”, Araras, SP (Brasil), agosto/2000;

USINA DE LETRAS (usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.php?user=TURATTI).

----------------------------------

“Fora da VERDADE não há CARIDADE nem, muito menos, SALVAÇÃO!” (Luiz Roberto Turatti).

#Charlatanismo #CLAP #Crendice #Curandeirismo #Demônio #EQM #Espiritismo #ETs #ExercícioIlegaldaMedicina #Exorcismo #Fantástico #Hipnose #IssoNonEcziste #Jesuíta #Mágica #Médium #Milagre #OEPNET #Óvnis #PadreQuevedo #Parapsicologia #Reencarnação #Religião #Superstição #TCI #Truque #TVP #Vaticano.