pt.news
230

Arquidiocese de Milão "proíbe" receber a Comunhão

Após o fim da hype da Covid, a arquidiocese de Milão (5 milhões de fiéis) emitiu um decreto a ser adotado para as celebrações a partir de 1º de abril.

O decreto "proíbe" receber a Comunhão e ordena agarrá-la com a mão. A distribuição pode ocorrer com “dispositivos de distribuição não identificados”, provavelmente luvas de látex que são jogadas no lixo após o uso.

A arquidiocese ainda espera o distanciamento social. As ajudas impressas distribuídas aos fiéis só podem ser reutilizadas após pelo menos três horas.

Os ministros eucarísticos só podem visitar no máximo quatro doentes e sempre os mesmos.

Fotografia: Mario Delpini, #newsUglqphrxjz