pt.news
134

Francisco reduzirá “drasticamente” a Congregação para a Doutrina da Fé

Conforme anunciado, Francisco publicou seu 48º (!) Motu Proprio, a Carta Apostólica de 14 de fevereiro “Fidem servare”.

A Congregação para a Doutrina da Fé será divida em duas seções, uma doutrinal e outra disciplinar, cada uma chefiada por um secretário. A seção doutrinária também cuidará das anulações de casamentos.

De acordo com IlSismografo.Blogspot.com (14 de fevereiro) o Motu Proprio reduz drasticamente a CDF.

Por causa da casuística que os jesuítas lhe ensinaram em vez da teologia, Francisco só pode entender a fé em categorias moralistas ("rigidez", "legalismo"). Portanto, ele quer substituir essa "Fé" por ativismo - "missionaridade", "evangelização" e "sinodalidade" - palavras vazias que representam secularização, intolerância e ideologia de esquerda.

Desta forma, Francisco copia o protestantismo dominante que já foi reduzido a uma carcaça murcha.

Fotografia: Palazzo del Sant’Ufficio © Jim McIntosh, CC BY-SA, #newsFxjdavztxz