Clicks110
pt.news

Burke: Francisco não tem autoridade para proibir a Missa Romana

A declaração de 22 de julho do Cardeal Burke chama o Motu Proprio Traditionis Custodes de Francisco de "severo" e "revolucionários".

Burke nega que Francisco tenha o poder de revogar a Missa Romana, porque seu poder não é absoluto. Portanto, ele não pode mudar a doutrina católica ou erradicar uma disciplina litúrgica viva na Igreja desde o tempo de Gregório, o Grande (+604) e até mesmo antes.

Consequentemente, o Artigo 1 de Traditionis Custodes, que afirma que o Novus Ordo "é a única expressão da lex orandi do Rito Romano", não pode ser entendido como está escrito.

Burke lembra que “toda celebração válida de um sacramento, pelo próprio fato de ser um sacramento, é também, além de qualquer legislação eclesiástica, um ato de culto e, portanto, também uma profissão de fé”. Nesse sentido, não é possível negar que o Missal Romano é uma expressão válida da lex orandi da Igreja.

É assim, explica Burke, por causa da realidade objetiva da graça divina, que não pode ser mudada por um mero ato de vontade, nem mesmo por um papa.

Fotografia: Raymond Burke, © Joseph Shaw CC BY-NC-ND, #newsHoswzhoysb