Clicks94
pt.news

Müller: Imigração em massa desintegra a África e o Ocidente

A Igreja não pode aprovar uma política de troca de populações, mas pode criticar o fato de que a imigração em massa despovoa a África e a priva da sua juventude, disse o cardeal Gerhard Müller a Lothar Rilinger (LifeSiteNews.com, 9 de julho).

Müller destaca que os migrantes ilegais não se integram, são arrancados da sua terra natal e permanecem fora da sociedade.

Sobre o marxismo, Müller disse que trouxe "apenas um infortúnio" porque se baseia em uma falsa antropologia, enquanto está profundamente conectado por sua visão materialista ao capitalismo contra o qual supostamente luta. Para Müller, a China é a “combinação mais abstrusa” de capitalismo extremo e comunismo extremo.

Na Teologia da Libertação, Müller afirma que sua preocupação original - supostamente - era "falar do amor de Deus em vista da opressão e sofrimento de milhões".

Somente mais tarde, a Teologia da Libertação "foi transformada em uma doutrina da salvação do mundo interior ou se está abusando dela", acredita Müller.

Fotografia: Gerhard Ludwig Müller, © Mazur, CC BY-NC-SA, #newsUnubmuetcx