SÃO MIGUEL ARCANJO. Gloriosíssimo Príncipe da milícia Celeste, São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate e na luta contra os principados e as potestades, contra os dirigentes deste mundo de trevas …More
SÃO MIGUEL ARCANJO.

Gloriosíssimo Príncipe da milícia Celeste, São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate e na luta contra os principados e as potestades, contra os dirigentes deste mundo de trevas, contra os espíritos malignos, espalhados pelos ares. (E. VI, 12). Vinde em socorro dos homens que Deus criou mortais e fez à imagem da sua própria natureza e resgatou por grande preço da tirania do demônio. (Sad. II, I. Cor. VI).

Combatei hoje, com o Exército dos Anjos bons o combate do Senhor, assim como outrora lutaste contra Lúcifer, chefe do orgulho, e contra os Anjos Apóstatas; e não prevaleceram nem foi mais encontrado o lugar deles no Céu.

Mas foi expulso aquele grande dragão, a antiga serpente, que se chama derrotado e satanás, que seduziu toda orbe; e foi lançado na Terra, e seus anjos juntamente com ele (Apoc.12).

Eis que o inimigo antigo e homicida se ergueu com veemência, transfigurado em anjo da luz, com toda a caterva de espíritos maus, circundou e invadiu toda a terra, para que nela destruísse o nome de Deus e de Seu Cristo, e roubasse as almas destinadas à coroa da glória eterna, e as prostrasse e as perdesse na morte eterna. O derrotado transvasou, como rio imundíssimo, o veneno de sua iniqüidade os homens. Os seguidores de Lúcifer encheram de amargura a Igreja, Esposa imaculada do Cordeiro, puseram-se em obras para realizar todos os seus ímpios desígnios. Ali onde está constituída a Sede do Beatismo Pedro e Cátedra da Verdade para iluminar os povos, aí querem colocar tronco de abominações da sua impiedade, para que, ferido o pastor, dispersem as ovelhas.

Vinde, pois, General invictíssimo São Miguel, e dai a vitória ao povo de Deus, contra as perversidades espirituais que irrompem.

A Santa Igreja vos venera como seu guarda e protetor, vos glorifica como o defensor contra os anjos decaídos; confiou-vos o Senhor a missão de introduzir na felicidade celeste as almas resgatadas. Rogai, pois, ao Deus da paz que esmague satanás sob nossos pés, a fim de que ele não mais possa manter cativos os homens e fazer mal á Igreja. Apresentai ao Altíssimo as nossas preces, a fim de que sem tardar o Senhor nos faça misericórdia, e vós contenhais o derrotado, e o lanceis encadeado no abismo para que não mais seduza as nações (Apoc. 20).