Clicks228
pt.news

Cardeal se opõe a jornal gay de bispos italianos

O governo de esquerda italiano, apoiado por Francisco, está prestes a proibir a crítica da ideologia gay. O cardeal Camillo Ruini, de 89 anos, criticou isso em uma discussão em vídeo com o político italiano Gaetano Quagliariello e o monsenhor Nicola Bux (vídeo abaixo).

Para Ruini, essa legislação é um exemplo da "ditadura do relativismo" que se transforma em "absolutismo" e que não ataca ofensas, mas ideias. Para ele, é ridículo que defender a diferença entre homens e mulheres se torne um crime.

Segundo Ruini, os bispos italianos se manifestaram de maneira oportuna e clara contra o totalitarismo gay [como se falar fosse suficiente], mas "os jornais católicos" continuam "bastante ambíguos".

Há apenas um diário católico na Itália, o episcopal Avvenire, que vem se comportando há anos como o boletim de notícias de Sodoma e Gomorra.

#newsHvogpaychi