Christmas Campaign: Financial Insights
Clicks161
pt.news

Schönborn abusa de Nossa Senhora para show homossexual – três dias depois: embolia pulmonar

O cardeal Schönborn abriu seu blasfemo show homossexual, em 30 de novembro, na catedral de Viena, com uma blasfêmica referência a um "milagre".

Ele confessou que isso "me tocou profundamente", "Espero que também toque você".

O "milagre" se mostrou um conto de fadas homossexual, apresentado pela jornalista oligárquica austríaca Chris Lohner.

Segundo Schönborn/Lohner, dois homens foram atados nus em uma árvore e deixados lá para morrer, em 1256, em Montevergine - Itália, por terem praticado fornicação homossexual.

Todavia, "Nossa Senhora" enviou raios de sol para aquecê-los e os liberou milagrosamente. As pessoas ficaram "comovidas" por isso e aceitaram os homossexuais.

O conto de fadas não é cristão, mas se refere a práticas originadas no culto à deusa Cibele e a sacerdotes pagãos que se castravam como um sacrifício por Cibele.

O Abade de Montevergine repetidamente se opôs à exploração desse santuário para a propaganda homossexual.

Três dias após o show homossexual, Schönborn foi hospitalizado (3 de dezembro), como uma emergência, e teve de cancelar todos os seus compromissos até o Natal. Diz-se que ele sofreu uma embolia pulmonar. Em março ele foi tratado para câncer de próstata.

#newsGtblbmeeaq