Clicks96
pt.news

Gänswein contradiz Sarah: Bento "nunca" viu o livro

A informação de Antonio Socci de que um Francisco bravo teria convocado o arcebispo Gänswein, ordenando-o a remover o nome de Bento do livro de Ratzinger/Sarah é "fictícia" e "uma mentira", disse Gänswein a Die-Tagespost.de (17 de janeiro).

Ele afirmou que Francisco "não disse uma única palavra" sobre o livro.

Gänswein repetiu a sua versão de que Bento não recebeu o livro até 13 janeiro, quando o viu pela primeira vez.

Ele insistiu que Bento não tinha "nada" a ver com o livro e que "se distanciou completamente" dele. Gänswein também afirmou que Bento "nunca" viu rascunho algum.

Entretanto, Edward Pentin relatou que, em 3 de dezembro, Sarah mostrou o manuscrito a Bento pessoalmente, incluindo a capa. Pentin acrescentou que Gänswein falou com os editores da tradução em italiano em 9 de janeiro e deu apoio a eles.

Segundo Marco Tosatti, Bento, como coautor, editou o livro inteiro, incluindo a parte escrita pelo cardeal Sarah.

Fotografia: Georg Gänswein, © Mazur, CC BY-NC-SA, #newsXooohyuonm