Clicks153
pt.news

Viena: Viganò condena "sinistro" concerto homoerótico em catedral, Gloria.tv cobre o ato de expiação

O arcebispo Carlo Maria Viganò denunciou um concerto homossexual na catedral de Viena.

O evento foi iniciado, aberto e encerrado pelo cardeal Christoph Schönborn, que tem uma história de envolvimento homossexual.

Em uma mensagem para Alexander Tschugguel, de 26 anos, carrasco de Pachamama, Viganò escreveu que o concerto era "outra provocação homoerótica e blasfêmia".

Para Viganò, o evento representa "a visão sinistra de uma Igreja que parece querer re-edificar a si mesma contra a Fé e contra a verdade da pessoa humana".

Viganò escreveu a Tschugguel porque ele organizou um rosário na parte externa da Catedral durante a performance.

Gloria.tv cobriu, de forma exclusiva, a oração:

Álbum de fotos

Discurso de Tschugguel

Relatório com declarações em alemão

Cenas da oração.

#newsBnsjpfaajv