pt.news
120

“Esposas de defensores de Mariupol”: Francisco usado como ferramenta de propaganda

Francisco se permitiu ser usado como ferramenta de propaganda ao receber em 11 de maio as supostas esposas de dois membros do batalhão nacionalista Azov atualmente entrincheirado na siderúrgica Mariupol.

Uma das mulheres chorando foi identificada como “Kateryna Prokopenko”, outra como “Yuliia Fedusiuk”.

Elas foram acompanhadas por Pyotr Verzilov, ativista da CIA e do movimento Pussy Riot, grupo de homossexuais condenados por ódio religioso, financiado por Soros.

Em fevereiro de 2008, Verzilov realizou fornicação pública no Museu Biológico do Estado Timiryazev de Moscou (foto abaixo).

#newsMpmanadmvx