Clicks138
pt.news

Liberal: Jesuíta quer FORÇAR as pessoas ao Novus Ordo

O proeminente sacerdote pró-gay Thomas Reese - que se apresenta como "liberal" - pede a derrubada do Motu Proprio Summorum Pontificum, que liberalizou a celebração do Rito Romano Original.

O jesuíta escreveu em 13 de abril no site religionnews.com que “se presumia” [por parte de alguns anticatólicos] que a Missa desapareceria e seria substituída pela Eucaristia de Novus Ordo de Paulo VI de 1969.

Ele lembra que os bispos tinham autoridade para perseguir a Liturgia Romana em suas dioceses, mas o Summorum Pontificum permite que todos os sacerdotes celebrem a Missa, quer o bispo local goste ou não.

No entanto, Reese quer enfraquecer os padres e voltar ao antigo regime repressivo: "É hora de devolver aos bispos a autoridade sobre a liturgia tridentina em suas dioceses".

Reese deseja que - o que ele chama de - a "liturgia não reformada" desapareça, e "permiti-la" somente por "bondade pastoral para com os idosos que não entendem a necessidade de mudança", embora "pessoas mais velhas que não entendam a necessidade de mudança" sejam encontradas no grupo Novus Ordo de Reese. O próprio Reese tem 75 anos.

Ele sugere que “as crianças e os jovens não devam ser autorizados a assistir à Missa”. Este método é usado atualmente na China. Evidentemente, Reese não confia na liturgia Novus Ordo, pois acredita que as pessoas precisam ser forçadas a ela.

Fotografia: © Lawrence OP, CC BY-NC-ND, #newsGlyuqzwddk