ENFERMOS E POSSESSOS NA BÍBLIA

ENFERMOS E POSSESSOS NA BÍBLIA

Jesus distingue entre enfermos e possessos? Como explicar as passagens Mt 10,8: “Curai os enfermos..., expulsai os demônios”; e Mc 16,17: “Em meu nome expulsarão os demônios... Imporão as mãos sobre os doentes e estes ficarão curados”.

De fato, 8 vezes os evangelhos usam de modo distinto os termos “doentes” e “endemoninhados”. Mas, destes textos não se pode deduzir que a Bíblia pretendesse distinguir entre doentes e endemoninhados. Tal exegese não é válida. Quem fizer tal exegese, ao pé da letra, está adulterando a exegese, também ao pé da letra, bem mais documentada, do que os chamados endemoninhados que são simplesmente doentes.

Com efeito, em 54 oportunidades a Bíblia fala de endemoninhados e em regra emprega as palavras curar e sarar.

Curam-se os doentes e não os demônios.

Com igual ou com mais direito daqueles que tomam endemoninhados ao pé da letra, podemos nós tomar os termos curar e sarar também ao pé da letra.

Nos textos que usam por separado os termos doentes e endemoninhados, trata-se evidentemente de estilo literário, pomposo, repetitivo, ponderativo, muito próprio não só dos orientais, mas, em geral, da linguagem precisa, matizada, ponderada, com todo o rigor científico.


Assim, por exemplo, mesmo nesses textos, percebe-se claramente o estilo reiterativo em Mt 10,8 se diz “Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Daí de graça o que de graça recebestes. Não leveis nem ouro nem prata, nem dinheiro em vossos cintos, nem alforje para o caminho, nem duas túnicas, nem calçados, nem bordão”. Igual estilo enumerativo, ponderativo, no outro texto citado, em Mc 16,17. “Expulsarão os demônios em meu nome, falarão novas línguas, manusearão as serpentes, e se beberem algum veneno, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados”. Trata-se de acumular prodígios e não de estabelecer diferenças.

A futilidade da exegese que diz que a Bíblia pretende diferenciar doentes de endemoninhados, aparece ainda mais claro em outros textos paralelos. Assim, no próprio Evangelho de São Mateus (Mt 10,1) se lê: “Deu-lhes Jesus poder sobre os espíritos imundos para os expulsarem, e para curarem todas as doenças e todas as enfermidades”.

Acaso as doenças não são enfermidades?

Em outra passagem se diz que “Jesus curava doentes e limpava leprosos”.

Acaso os leprosos não são doentes?

E no Evangelho de São Lucas “Jesus curava a muitas de suas enfermidades e doenças e achaques e atormentados por espíritos maus e restituía a visão de muitos cegos” (Lc 7,21).

É claro que não se pretende diferenciar enfermidade ou doença ou achaque ou cegos, e, portanto, também não se pretende diferenciar endemoninhados.

Tudo isto não quer dizer que os hebreus atribuíssem todas as doenças aos demônios
. É possível que só atribuíssem a ele alguns tipos de doenças mais “misteriosas”, certos tipos de doenças que hoje chamamos psíquicas e especialmente as doenças que iam acompanhadas de fenômenos parapsicológicos que para eles eram completamente incompreensíveis. Daí que na enumeração fosse lógico separar doenças e endemoninhados, como se separam os leprosos de outros doentes comuns, e até as doenças dos achaques e enfermidades.

Mas certamente, não pretende a Bíblia dar, com essas distinções, doutrina religiosa. E não corresponde a Bíblia ensinar Medicina e Parapsicologia, ou expor as causas dos fenômenos observáveis do nosso mundo.

● Estudo desenvolvido pelo revolucionário e mundialmente consagrado especialista Prof. Dr. Padre Óscar González-Quevedo Bruzón, S.J. (1930-2019), fundador, em 1970, do CLAP – Centro Latino-Americano de Parapsicologia ― Pesquisa, Ensino e Clínica ― o primeiro Centro Universitário, Especializado e Reconhecido em Parapsicologia no Brasil.

Fonte: ENFERMOS E POSSESSOS NA BÍBLIA (Jesus distingue entre enfermos e possessos).

-------------------------------

“Fora da VERDADE não há CARIDADE nem, muito menos, SALVAÇÃO!” (Luiz Roberto Turatti).

#Charlatanismo #CLAP #Crendice #Curandeirismo #Demônio #EQM #Espiritismo #ETs #ExercícioIlegaldaMedicina #Exorcismo #Fantástico #Hipnose #IssoNonEcziste #Jesuíta #Mágica #Médium #Milagre #OEPNET #Óvnis #PadreQuevedo #Parapsicologia #Reencarnação #Religião #Superstição #TCI #Truque #TVP #Vaticano.