Clicks234
pt.news

Por quê? Padre "se casa" com amiga de longa data no leito de morte

O padre J.-F. C., um pároco de Genebra, na Suíça, morreu em 25 de abril de linfoma, pouco antes do seu aniversário de 63 anos.

Quase duas semanas depois, uma ex-freira e pintora de 52 anos disse a 24heures.ch que C. havia se casado com ela antes de ser colocado em coma induzido ante sua agonia.

Os dois se conheceram quando C. era diácono e ela uma irmã religiosa. Eles mantiveram uma amizade por 30 anos, que foi marcada por uma "paixão platônica" e "um desejo de castidade", como diz 24heures.ch.

O padre era responsável por uma grande unidade pastoral em Genebra, que compreende quatro paróquias. Durante o funeral, o bispo Charles Morerod de Genebra/Friburgo/Lausanne, que sabia das circunstâncias, mencionou em sua homilia a "amizade fiel e sincera do padre por trinta anos".

De acordo com o Cath.ch dos bispos suíços, a decisão de "casar" respondeu a uma necessidade de "consistência" e "reconhecimento". Se isso fosse verdade, eles deveriam ter feito isso trinta anos antes. É mais provável que o padre tenha nomeado a ex-irmã como sua herdeira, em cujo caso, o casamento civil a isentaria do imposto sobre a herança, que pode chegar a 26% no cantão de Genebra.

Fotografia: © Mazur, CC BY-NC-ND, #newsPxncoqblde