Clicks147
pt.news

Status de HIV: padre investigado após orgias homossexuais

O padre Francesco Spagnesi, de 40 anos, que foi preso em setembro por importação e venda de drogas, incluindo as chamadas “drogas de estupro”, também está sendo investigado por não revelar seu status soropositivo a fornicadores homossexuais, conforme reportagem da mídia italiana.

A lei italiana pune isso com até 12 anos de prisão. Spagnesi era considerado um pastor de sucesso da paróquia da Anunciação em Prato. Ele desviou cerca de 200.000 a 300.000 euros do dinheiro da paróquia.

Ele disse à polícia que toma medicamentos para o HIV regularmente e nunca se envolveu em fornicação "desprotegida", mas pelo menos 15 testemunhas o contradizem. Dois parceiros de prostituição de Spagnesi contraíram o HIV.

Em uma audiência inicial, Spagnesi explicou que "o vórtice da cocaína me engoliu". Ou: "A droga me fez trair meus paroquianos, me fez contar mentiras, me fez fazer coisas das quais tenho vergonha".

“Agora sou HIV positivo, tenho AIDS”, disse ele, acrescentando: “Peço perdão a todos”.

#newsXpccvxhfsk