Join Gloria’s Christmas Campaign. Donate now!
Clicks64
pt.news

Embaraçoso: Núncio Mexicano defende Pachamama

O núncio no México, Franco Coppola, de 62 anos, escreveu no Facebook.com (10 de novembro) uma defesa mentirosa da cerimônia de Francisco para Pachamama, realizada nos jardins do Vaticano em 4 de outubro.

Coppola apela a "confiar" e "confiar verdadeiramente" em Francisco e insinua que durante a cerimônia "nem deuses, nem ídolos" estavam presentes, apenas "símbolos". No entanto, ele identificou seus "símbolos" como Pachamama, a deusa andina da fertilidade.

Contra a evidência filmada, Coppola protesta que "nunca houve nenhum ato de adoração por parte do Santo Padre ou daqueles que o acompanharam", porque "se sentaram em suas cadeiras" simplesmente para assistir ao ritual, o que não é verdade.

Coppola sugere que, com sua presença, Francisco pretendia "mostrar proximidade" com os povos da Amazônia [leia-se: pagãos], comparando as prostrações diante de Pachamama com os noivos ajoelhados na frente de suas noivas, o que "não é idolatria".

Dan Hitchen, do Catholic Herald, escreveu no Twitter.com (8 de novembro) uma paródia das mentiras do Vaticano usada para justificar Pachamama:

"Eram estátuas de Maria. Ou melhor, representavam a fertilidade, mas isso não é pagão. Bem, é, mas a Igreja se envolve com o paganismo! Não é como se alguém se curvasse a elas. OK, eles o fizeram, mas apenas como uma marca de respeito. Não sei por que você continua reclamando de ambiguidade".

#newsAcvacdvvfh