Clicks143
pt.news

Bela herança: Núncio tira a cabeça da forca

Após nove anos, o arcebispo Ettore Balestrero, Núncio Apostólico no Congo, e seu irmão Guido, um incorporador imobiliário, fizeram um acordo judicial em um investigação de lavagem de dinheiro e evasão fiscal.

Como condição para rejeitar as acusações, o Ministério Público pede o confisco de 7 milhões (!) de euros.

O assunto começou na década de 1990, quando seu pai Gerolamo administrava um contrabando de carne da Argentina. Para trazer os lucros de volta para a Itália, seus filhos usaram uma complexa rede de empresas offshore.

A etapa final foi alcançada quando, em setembro de 2015, o Arcebispo Balestrero, então Núncio Apostólico na Colômbia, fez uma “doação” de 4 milhões de euros a seu irmão na Itália.

A família Balestrero está explicando o acordo judicial não como uma admissão de culpa, mas por "uma dificuldade em encontrar a documentação relevante".

Por meio de seus advogados, o arcebispo declarou que não havia “lavagem de dinheiro”, mas apenas uma herança aceita “antecipadamente”.

Fotografia: Ettore Balestrero, © wikicommons, CC BY-SA, #newsRuapjdbucc