José Airton Escravo da Virgem Maria
"Os inimigos de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa, desde que não se falte à verdade, devendo gritar: 'Eis o lobo!" sempre que mencionados ou em qualquer lugar onde sejam encontrados!" (São Francisco de Sales). 😊 😊 😊
asampaio
Talvez Lutero tenha sido um homicida e um suicida. Não estava lá, não vi. No entanto, sem pretender aqui fazer a defesa de ninguém, nem julgar o passado, há que ter em conta as profundas mudanças que Lutero trouxe à humanidade, há mesmo quem o considere o pai de um novo tempo. Estive a fazer uma pesquisa sobre a questão de Lutero ser homicida e segundo alguns historiadores o homicídio aconteceu …More
Talvez Lutero tenha sido um homicida e um suicida. Não estava lá, não vi. No entanto, sem pretender aqui fazer a defesa de ninguém, nem julgar o passado, há que ter em conta as profundas mudanças que Lutero trouxe à humanidade, há mesmo quem o considere o pai de um novo tempo. Estive a fazer uma pesquisa sobre a questão de Lutero ser homicida e segundo alguns historiadores o homicídio aconteceu durante um duelo, ora os duelos eram muito comuns no tempo de Lutero, poderiam acontecer pelos mais variados motivos... Com esta minha consideração não pretendo ilibar Lutero, mas vejamos: Moisés matou um egípcio (Ex 2, 11 - 14) e não deixou de ser o libertador do Povo de Deus. São Paulo antes da sua conversão era um perseguidor de cristãos (Atos 8, 1 - 3), não nos é dito até hoje se matou algum ou não, sabemos que segurou as roupas daqueles que apedrejavam Estevão (Atos 7, 58). O mais importante é o profundo arrependimento de Lutero por ter cometido tal crime, arrependimento tal que o levou a um mosteiro, a sua consciência o acusava e nunca sentia a paz, nem com a confissão nem com todas as penitências que lhe imponham ou ele mesmo imponha a si. Talvez tenha escrito coisas contra Deus, Maria... mas encontrei uma quantidade enorme de escritos de Lutero (tanto em livros impressos como aqui na net) que mostram um grande amor a Deus e a Maria, escritos de uma profunda Teologia também. Todos nós temos dúvidas, incertezas (somos humanos) temos as nossas crises espirituais, talvez não temos a ousadia de as expressar como Lutero. Hipocritamente continuamos a celebrar quando naquele momento não acreditamos, à nossa mente poderão surgir blasfémias e não as dizemos, Lutero deitava tudo cá para fora. O motivo? Não sei (não sabemos), talvez era uma alma à procura, uma procura constante. Talvez o diabo o usou... Quanto ao suicídio, tudo é possível, desde ser uma mentira a ser mesmo uma realidade. Meus amigos, Judas enforcou-se. Sinal de arrependimento? A traição de Judas conduziu Jesus à morte, morte esta que trouxe a redenção da humanidade, desígnios de Deus...
Não pretendo ilibar Lutero com o meu comentário, antes ajudar à reflexão. Uma coisa é certa: muito do que Lutero disse e afirmou, hoje a Igreja Católica o afirma. Deus é Aquele que nos julgará! Têm os católicos e protestantes a certeza da sua salvação? Estão todos errados? Todos certos? Os católicos e os protestantes têm um passado e um agir atual limpos? Deus nos dirá um dia. Rezemos uns pelos outros. Um pequeno pormenor: algumas das teses aqui apresentadas não correspondem ao texto original. Será que tal também acontece com as citações biográficas referidas no vídeo? Se assim é... Já agora: não vos parece estranho que um mesmo homem tenha cometido tantos erros e pecados graves: Homicida, bêbado, blasfemo, mulherengo ... e no fim da vida suicida? Uma lista assim levanta dúvidas quanto à sua veracidade. De um lado um grande pecador, do outro, tudo muito santinho... Bom senso precisa-se, de todos os lados!
José Gomes do Nascimento Júnior
Mais no jornal O Desbravador www.odesbravador.org.br