Gloria.tv And Coronavirus: Huge Amount Of Traffic, Standstill in Donations
Clicks164
pt.news

Francisco pego com a mão no caixa

LifeSiteNews obteve documentos vazados da The Papal Foundation [A Fundação Papal], uma organização de caridade com base nos EUA, mostrando que, no verão (europeu) passado, Papa Francisco pessoalmente pediu uma doação de U$25 milhões para o Instituto Romano Dermopatico dell'Immacolata (IDI) - um hospital dermatológico tomado pela corrupção.

A Fundação foi instituída por católicos americanos, para ajudar Papas a dar apoio aos pobres em países em desenvolvimento. Pessoas leigas tornaram-se membros da Fundação prometendo doar pelo menos U$1 milhão em dez anos. A fundação cresceu para mais de 215 milhões de dólares.

O pedido de Francisco foi de mais de 100 vezes a maior doação já feita através da fundação.

Em maio de 2017, La Repubblica - o único jornal que Francisco afirma ler - relatou decisões judiciais envolvendo administradores da IDI com 24 acusações detalhadas, levando a uma dúzia de condenações, algumas das quais consistindo de mais de três anos de prisão por fraude.

Sem uma explicação clara sobre como a doação seria usada, o cardeal Wuerl pessoalmente autorizou o pagamento de U$12 milhões em duas parcelas separadas e vetou qualquer protesto por parte do conselho e membros da Fundação.

Isso provocou a demissão do presidente do comitê de auditoria da Fundação, em 6 de janeiro. Na sua exoneração, ele enfatizou que, no que diz respeito ao pedido de doação, "não teve o devido profissionalismo, apenas muitas bobagens."

Fotografia: © korea.net, CC BY-SA, #newsIcgrkqehpq