Francisco: "Os casais homossexuais não podem ser abençoados" (sic)

Num segundo clip curto (em baixo) divulgado pelo "60 Minutes" (para além do clip sobre os bispos "conservadores"), Francisco comentou o seu texto de propaganda homossexual "Fiducia Supplicans".

"O que eu permiti não foi abençoar uma união [homossexual]. Não o posso fazer porque não é um sacramento. Não o posso fazer. O Senhor assim o fez. Mas abençoar cada pessoa, sim. A bênção é para todos. Para toda a gente. Abençoar os homossexuais é contra a lei, contra a lei da Igreja, mas abençoar todas as pessoas, porque não? A bênção é para todos. Algumas pessoas escandalizaram-se com isto. Mas porquê? Para toda a gente, para toda a gente".

A desonestidade de Francisco é ainda mais antipática do que o facto de ser incrédulo, grosseiro, ambíguo, divisionista, tirânico, hipócrita, etc. Sabe muito bem que o texto da "Fiducia Supplicans" não se refere à bênção de uma só pessoa, mas à "bênção de casais irregulares [= pecadores mortais não arrependidos]". Os casais são definidos pela sua união.

Tradução de IA

01:06