Processo canónico absolve sacerdote preso

Na véspera do Corpo de Deus, a Arquidiocese de Toledo, em Espanha, publicou um comunicado sobre o Rev . José Luis Galán, que foi condenado em 2021 a oito (!) anos de prisão por "abusar de uma adolescente" cuja mãe testemunhou contra a filha.

O comunicado informava que o caso tinha sido apresentado ao Tribunal da Rota da Nunciatura Apostólica em Espanha.

Em 2 de novembro de 2021, no final da investigação, o Tribunal considerou insuficientes as provas e absolveu o Rev. O veredito foi confirmado pelo Dicastério para a Doutrina da Fé.

Perguntamo-nos porque é que a Arquidiocese demorou tanto tempo a publicar este veredito.

Imagem: Europa Press, Tradução de IA