Clicks334
pt.news

João Paulo II: canonizar papas é “mais sobre política eclesial do que santidade”

“É um erro canonizar papas (ou qualquer pessoa) rapidamente após suas mortes”, escreve o padre jesuíta Thomas Reese no contexto do envolvimento de João Paulo II no escândalo McCarrick (ReligionNews.com, 17 de novembro).

É necessário tempo para examinar a vida de qualquer pessoa, explica Reese. João Paulo II reduziu o período de espera de 50 para cinco anos, Bento XVI renunciou até mesmo a isso para a beatificação de João Paulo II.

Canonizações de papas é um "problema especial" para Reese porque elas são "mais sobre política eclesial do que santidade" e opor-se a elas "é retratado como deslealdade".

Supondo que os santos sejam modelos a serem imitados, ele pergunta: “Como alguém que não é papa pode realmente se modelar segundo um papa - a menos que este alguém seja um cardeal que quer ser papa?”

Fotografia: © Mazur, CC BY-NC-SA, #newsRhrnoqhmja