Clicks54
pt.news

Cardeal Dolan: “Os padres DEVEM tomar vacina”

Alegadamente, "não há base" para um padre emitir uma isenção religiosa para a vacina, escreve John Cahill, o chanceler da arquidiocese de Nova York, em um memorando de 30 de julho para os sacerdotes.

A arquidiocese de Nova York é liderada pelo cardeal Dolan. Cahill é o primeiro chanceler leigo. O memorando menciona objeções morais contra as vacinações para a Covid porque estão relacionadas ao aborto que é, como ele observa, “particularmente agudo” entre os pró-vida e católicos “muito leais” (sic!) ao ensino da fé.

No entanto, ele rejeita todos os argumentos racionais ao insistir na autoridade duvidosa de Francisco, que afirmou que tomar qualquer uma das vacinas era "moralmente aceitável" e que o cardeal Dolan considera o mesmo.

Provavelmente percebendo a má qualidade de seu argumento, ele o apóia com uma ameaça sugerindo que a disseminação do vírus “pode impor responsabilidade pessoal ao padre” - embora nos digam que pessoas vacinadas podem transmitir o coronavírus.

Fotografia: Timothy Dolan, © Mazur, CC BY-NC-SA, #newsKobzjvchcv