Clicks165
pt.news

Viganò: Francisco "ainda não é completamente" o "falso profeta do Anticristo"?

O Arcebispo Viganò repetiu sua improvável suspeita de que Francisco foi eleito por causa da "Máfia de São Galo" e que a renúncia de Bento XVI foi provocada.

Em uma declaração de 21 de novembro, ele vê um “acordo criminoso” entre a "igreja profunda" e o "deep state". Ele acredita que eles colaboraram na renúncia de Bento XVI e na derrota do presidente Trump nas eleições, e nota o rápido reconhecimento por parte dos bispos dos Estados Unidos em relação à vitória de Biden e o apoio global da Igreja às restrições da Covid-19.

Sua suposição: a Igreja pode receber doações de empresas farmacêuticas para aceitar vacinas da Covid - “como já aconteceu com o Acordo entre a China e o Vaticano”.

Viganò chama partes da hierarquia católica de “uma gangue de pervertidos e corruptos a serviço da Nova Ordem Mundial”.

Ele cita Cupich, Tobin, Wuerl, McElroy e Stowe como comprometidos com a agenda LGBT.

Viganò vê laços entre o clero católico dirigente, os democratas dos EUA e a esquerda global, a fim de transformar a Igreja em um servo da Nova Ordem Mundial e substituir o Papa pelo "falso profeta do Anticristo".

No entanto, segundo Viganò, isso, "ainda não aconteceu completamente".

#newsLenhhwksch