pt.news
218

Cardeal acusa bispos de erro

A "bênção" homossexual composta pelos bispos belgas é equivocada, disse o cardeal nigeriano Francis Arinze, ex-prefeito da Liturgia, ao site InsideTheVatican.com (26 de setembro).

Ele chamou esse equívoco de "um erro" por parte dos bispos. Arinze lembra que as Escrituras identificam atos homossexuais como atos de depravação grave (Gn 19:1-29; Rm 1:24-27; 1Co 6:10; 1Tm 1:10), e cita o Catecismo, que a Tradição “sempre declarou que os atos homossexuais são intrinsecamente desordenados”.

Os bispos devem abençoar as uniões devidamente casadas de um homem e uma mulher, "não casais homossexuais".

“Os seres humanos não têm poder para mudar a ordem estabelecida por Deus, o Criador”, enfatizou ele, acrescentando que a missão da Igreja “inclui chamar as pessoas ao arrependimento, sacrifício, castidade e perfeição”.

Fotografia: Francis Arinze © Mazur/catholicnews.org.uk , CC BY-NC-SA, #newsQcitbelsgb