pt.news
160

Cardeal Zen preso - libertado sob fiança

O cardeal Joseph Zen, de 90 anos, foi preso em Hong Kong (11 de maio) pela polícia de segurança sob a acusação de suposto “conluio com forças estrangeiras”, sob os termos da Lei de Segurança Nacional de Hong Kong (de julho de 2020).

As acusações referem-se à instituição de caridade sem fins lucrativos "612 Humanitarian Relief Fund", da qual Zen era um administrador. O grupo foi fundado em 2019, mas se desfez no ano passado depois que a polícia de segurança ordenou a divulgação de detalhes operacionais. Ele ajudou os manifestantes pró-democracia a pagar suas taxas legais.

Zen foi preso junto com outros dois curadores, a ex-deputada da oposição Margaret Ng e a cantora Denise Ho.

Scmp.com acrescenta que o administrador remanescente do fundo, Cyd Ho Sau-lan, já está preso por seu papel em assembleias ilegais.

Sua prisão pressiona o Vaticano a enfrentar a repressão da China às liberdades civis em Hong Kong.

Em março, Francisco gravou uma mensagem em vídeo para os católicos em Hong Kong: "Desejo que sejam bons cidadãos e que sejam corajosos diante dos desafios do momento".

UPDATE: Zen foi libertado sob fiança algumas horas após a prisão.

Matteo Bruno, porta-voz do Vaticano, disse aos jornalistas que "a Santa Sé tomou conhecimento com preocupação da notícia da prisão do cardeal Zen e está acompanhando o desenvolvimento da situação com extrema atenção".

#newsKxtueznhcb