Clicks114
pt.news

Gänswein é o vilão?

Marco Tosatti (15 de janeiro) publicou um comentário do bispo emérito X do Vaticano em relação à saga Ratzinger/Sarah.

X exclui que Sarah tenha cometido um erro e observa que o secretário de Bento, Gänswein não agiu em nome de Bento – a quem ele nunca se referiu - mas sob ordem de Bergoglio.

Após a aposentadoria de Bento, Gänswein se tornou seu "guardião", ao ponto de Bento supostamente esconder dele sua colaboração com Sarah, explica X.

X ressalta que Bergoglio confirmou Gänswein como Prefeito da Casa Pontifícia, um papel que o coloca sob o controle direto de Bergoglio.

Entretanto, o livro de Bento está publicado e mina a iminente exortação sobre a Amazônia, de Papa Francisco, antes que ela veja a luz do dia.

A exortação minará o celibato sacerdotal, enquanto Ratzinger estabelece a si mesmo, em seu livro, como um Magistério alternativo, debilitando Francisco.

Fotografia: © Mazur, CC BY-NC-SA, #newsFqthrwbbbb