Clicks99
pt.news

Vaticano Chama Emiliano Fittipaldi de “Fraude"

Emiliano Fittipaldi, jornalista italiano envolvido no Vatileaks, explorou o trágico caso de Emanuela Orlandi, filha de um funcionário do Banco do Vaticano, que desapareceu misteriosamente em junho de 1983.

Em um novo livro, baseado em uma demonstração financeira forjada de três páginas, Fittipaldi dá a impressão de que o Vaticano investiu o equivalente a quase 500 mil dólares para manter Emanuela em Londres após o seu desaparecimento.

O próprio Fittipaldi apontou que ele não tem evidência de que o documento, publicado por ele, seja confiável, e que ele mesmo não era capaz de avaliá-lo. A página web semi-oficial do Vaticano, Il Sismografo, chamou Fittipaldi de “fraude" devido ao fato de ele ter usado um documento questionável para aumentar as vendas do seu livro.

Fotografia: © European Parliament, CC BY-NC-ND, #newsHqcdgdqexz