pt.news
58

Gaystapo: Vaticano NÃO bloqueia projeto de lei que suprime a liberdade de expressão

A indiferente intervenção do Vaticano “de forma alguma pediu para bloquear” a opressiva lei italiana Zan, disse Parolin, secretário de Estado do Vaticano, a VaticanoNews.va em 25 de junho.

A lei Gaystapo Zan, batizada em homenagem ao parlamentar italiano neocomunista Alessandro Zan, visa impedir que a propaganda homossexual seja desmascarada.

Parolin se justificou dizendo que a nota do Vaticano enviada ao embaixador italiano na Santa Sé era "um documento interno" que teria vazado. “Somos contra qualquer atitude ou gesto de intolerância ou ódio às pessoas por motivo de orientação sexual”, protestou.

O covarde prelado apenas observou que o conceito de discriminação do projeto de lei é "muito vago" e corre o risco de "tornar punível qualquer distinção possível entre homem e mulher, com consequências que podem se revelar paradoxais e que, na nossa opinião, devem ser evitadas enquanto há tempo".

Parolin diz que na área de relevância criminal deve ser bem determinado o que é permitido e o que é proibido - mas esse é o objetivo das leis da Gaystapo: intimidar a população criando zonas cinzentas, bem como insegurança jurídica.

#newsCaibixsfdo