Santa Escravidão é uma renovação das promessas do Batismo. Todos aqueles que são batizados deveriam ter os interesses de renovar as obrigações, que foram tacitamente contraídas. A prova de autoridade …More
Santa Escravidão é uma renovação das promessas do Batismo.

Todos aqueles que são batizados deveriam ter os interesses de renovar as obrigações, que foram tacitamente contraídas.

A prova de autoridade é a que dimana da vida dos santos, e em particular da vida de Montfort, sobre a qual disse seu primeiro historiador, Grandet: “Conheço um grande número de pecadores escandalosos que se converteram e têm um procedimento exemplar, por terem seguido esta devoção e terem dito o rosário cotidianamente, a conselho de São Luís Maria Grignion de Montfort. Não se poderia avaliar o número de pessoas de ambos os sexos que ele fez mudar de vida com este meio”. A Santa Escravidão é, pois, verdadeiramente, um instrumento de conversão dos pecadores meio de fazê-los sair de seu triste estado, rompendo. ou, melhor, substituindo-lhes as cadeias do vício pelas do amor a Santíssima Virgem. Se a Santa Escravidão é o meio mais poderoso para de novo adquirir a amizade de Deus, pode-se dizer que é o auxílio mais eficaz ainda para se progredir na virtude.

Estais em estado de graça; quantos impulsos em vossas almas, quantas aspirações em vosso coração! Que sede de amar e de ser amado! Que ideal de dedicação flutua em vosso espírito! Isto porque a graça é ativa, é diligente, e tende a levar sempre ao que é melhor. Suas Duvidas é, sempre mais alto!

Mas, quantas vezes acontece, a essas almas ainda inexperientes na prática de virtudes sólidas, dizerem consigo mesmas: Sim, eu queria amar a Deus, queria tornar-me santo, queria ser toda de Jesus! Que devo, porém, fazer para isso? Que vida me conduzirá a esse ideal? Quem me ensinará caminhar nas Passagem estreita do amor? Pobres e queridas almas, ide a Maria abri-lhe vosso coração e vossa alma, com simplicidade, e tereis ideal para vosso espírito, ardor para vossa alma, e a chama do amor ardente que a doce Virgem fará resplandecer em vosso coração.

Ide a Maria… fazei-vos escravos dela… Havemos de ver um novo horizonte que se descortinará a vossos olhos.

E que horizonte!

- ESCRAVOS DE MARIA Por São Luís Maria Grignion de Montfort.